TERAPEUTAS
André Gandur
Marilene Coelho

 
 
 

Reflexoterapia
 Despertando a Energia Curativa do Corpo

 
 

As chamadas terapias complementares e/ou integrativas têm sido utilizadas em todo o mundo. Essa mudança na área da saúde facilita a consolidação de um tipo de assistência centrada nas pessoas e orientada pelos princípios de humanização. Consolidada pela Organização Mundial de Saúde (OMS) no Programa de Medicina Tradicional, é utilizada por diversos países sob variadas nomenclaturas.

No Brasil, tais abordagens foram institucionalizadas com a criação do Sistema Único de Saúde (SUS) e passaram a fazer parte da Política Nacional de Práticas Integrativas e Complementares.
Dentre as técnicas, a reflexoterapia tem se destacado por sua validez e sua facilidade de implementação — o método é simples, com baixa dependência tecnológica e custo reduzido.

Reflexoterapia

A teoria reflexa sustenta que certas regiões do corpo vinculam-se a outras por meio de descargas elétricas provenientes dos impulsos nervosos. Sendo assim, os princípios da reflexoterapia são o estímulo e a ativação da capacidade curativa do corpo do próprio paciente. A Associação Brasileira de Reflexologia e Terapias Associadas (ABRTA) a define da seguinte maneira:
“É uma técnica terapêutica não invasiva e não medicamentosa que visa restabelecer o equilíbrio (homeostase) das funções orgânicas do ser humano, previne e trata distúrbios orgânicos e desequilíbrios emocionais através de estímulos por pressão em terminais nervosos livres nos pés, trazendo melhorias em todo organismo e uma suave sensação de relaxamento após cada sessão.”

Reflexoterapia Não é Massagem

Embora haja similaridades entre a reflexoterapia e a massagem, existem diferenças fundamentais entre os dois tratamentos. Ambos são benéficos, mas o objeto da manipulação e as finalidades são distintos.
A massagem consiste na manipulação dos tecidos do corpo, por meio de movimentos fortes ou sutis, com objetivo de relaxar a musculatura, aliviar tensões e melhorar a circulação sanguínea. Essa prática é capaz de melhorar a saúde e o bem-estar geral do paciente.
A reflexoterapia, por sua vez, estimula e pressiona pontos específicos com o propósito de restaurar o fluxo de energia através do corpo. O tratamento normalmente visa à manipulação dos pés do paciente, mas pode incluir mãos e orelhas também.

Aplicabilidades da Reflexoterapia na Área de Saúde
Diversos trabalhos científicos têm recomendado a reflexologia podal como coadjuvante no tratamento de várias doenças, devido ao seu efeito benéfico.

Pacientes com câncer: pesquisas realizadas em ambiente domiciliar ou unidades de tratamento oncológico mostram que a reflexoterapia tem efeitos positivos na redução da ansiedade e no controle da dor. Profissionais de saúde, e mesmo familiares e cuidadores, poderiam ser treinados nos conhecimentos da técnica para complementar o tratamento.

Assistência pré-natal, pós-parto e puerpério: nesses casos, a reflexoterapia tem como objetivo controlar as mudanças próprias desse período. A aplicação do tratamento pode ocorrer nos serviços de atenção primária e secundária, para alívio de sintomas físicos, como o edema nos pés, e psicológicos, como medo e ansiedade. Na atenção terciária, a técnica atua na qualidade do sono das mulheres no pós-parto.

Outras aplicações: fortalecimento do sistema imunológico, maior resistência a resfriados e infecções bacterianas, alívio da sinusite, recuperação de problemas de coluna, correção de desequilíbrios hormonais, melhorias na fertilidade e na digestão, bem como alívio da artrite.

Fonte: https://summitsaude.estadao.com.br/saude-humanizada/reflexoterapia-despertando-a-energia-curativa-do-corpo/

 

 

CONTRAINDICAÇÕES DA REFLEXOLOGIA PODAL

 
 
As contraindicações da reflexologia se aplicam em casos de pessoas com diabetes que apresentem machucados nos pés, mulheres em gestação, pessoas que fazem uso do marcapasso, pessoas em processos de alergia na pele ou dermatite, pessoas que apresentam varizes expostas, trombose ou fraturas.
Em casos de pessoas com diabetes o tratamento se torna inviável devido aos coágulos de sangue que facilmente se criam nas veias do corpo do doente. Esses coágulos sanguíneos não devem ser deslocados, como propõe a reflexologia podal.

Na reflexologia podal estimula-se a circulação sanguínea para que todos os órgãos possam ser capazes de receber os nutrientes presentes no sangue, e, para que ocorra a liberação de toxinas, o que no caso de diabéticos não seria o recomendado.

Fonte:https://dicasdemassagem.com/indicacoes-e-contraindicacoes-da-reflexologia-podal

 

 

O Universo Científico da Reflexologia

 
 

Estudos científicos elucidam como a Reflexologia, prática que remonta à Antiguidade, auxilia no tratamento de condições da saúde mental prevalentes, a exemplo da insônia e do estresse, além de problemas de dores, asma, hipertensão arterial e enxaqueca.

Reflexologia, trata-se de um recurso terapêutico milenar oriental, que remonta à Antiguidade, em especial às civilizações indiana, chinesa e egípcia (leia matéria “A reflexologia desde a Antiguidade”), por meio da qual o profissional pressiona, de forma controlada, pontos na pele que contém terminações nervosas conectadas a vários órgãos do corpo. Ao estimular essas terminações, há o favorecimento do processo salutogenético (ou seja, das razões que levam alguém a estar saudável), além de levar especificamente ao aumento da produção de óxido nítrico, como propriedades vasodilatadoras e analgésicas. 

De acordo com o Glossário Temático das Práticas Integrativas e Complementares em Saúde do Ministério da Saúde, a reflexologia é uma práticaterapêutica que utiliza os microssistemas e pontos reflexos do corpo, existentes, especialmente, nos pés, bem como nas mãos e orelhas, destinada a auxiliar na eliminação de toxinas, na sedação da dor e no relaxamento. Ainda que não tenha o objetivo de diagnosticar doenças, tampouco substituir um tratamento médico, a prática possibilita identificar e tratar muitas vezes um processo precoce de doença clínica de um órgão a distância, cuja projeção ocorre por somatotopia, seja nos pés, mãos ou coluna vertebral. A somatotopia significa que uma região específica corporal reflete e representa a distância do corpo como um todo, como se fosse um microssistema.

Este recurso terapêutico, que passou a integrar há quase cinco anos a Política Nacional de Práticas Integrativas e Complementares no SUS (PNPIC), conforme a Portaria Ministerial 849, de 27 de março de 2017, por não ser invasiva e apresentar raras contraindicações, é bastante utilizado para prevenir e tratar doenças e outras condições de saúde mental, como insônia e estresse, assim como problemas de circulação sanguínea, hormonais, labirintite, cálculo renal, asma, hipertensão, enxaqueca, dores na coluna e sinusite.

Fonte:https://cabsin.org.br/
Redação e edição: Katia Machado
Revisão científica: Ricardo Ghelman, Gelza Matos Nunes e Caio Portella

 

 

Reflexologia Podal

 
 

Utilizada para prevenir e tratar doenças e disfunções no organismo, a reflexologia podal é uma terapia integrativa que usa pressões em pontos específicos nos pés para estimular todos os sistemas do corpo.

A reflexologia podal não é utilizada para curar, mas para auxiliar nos tratamentos da medicina tradicional. Pode reduzir dores, estimular a regeneração, eliminar inflamações, diminuir o estresse e a depressão e combater desordens gastrointestinais, proporcionando bem-estar físico e mental.

Benefícios

  • A reflexologia podal alivia dores de cabeça, musculares e articulares. A terapia é muito eficaz em casos de fibromialgia, uma síndrome que provoca dores pelo corpo, principalmente em tendões, articulações e músculos. Também combate a fadiga, alterações de memória e outros desconfortos provocados pela doença.

  • Alguns pontos de pressão estimulam a liberação de hormônios que promovem o relaxamento, o bem-estar e o equilíbrio mental, aliviando o estresse, a ansiedade e combatendo a depressão.

  • A terapia acelera o metabolismo e, ao mesmo tempo, reequilibra a energia corporal, aumentando a disposição para as tarefas diárias.

  • As massagens estimulam a circulação sanguínea, levando mais oxigênio e energia a todas as partes do corpo.

  • Ao estimular a circulação sanguínea e a oxigenação, a reflexologia podal acelera a filtragem das toxinas pelos rins e a eliminação pela urina.

  • O estímulo em alguns pontos provoca a movimentação do intestino, auxiliando na eliminação das fezes e aliviando dores abdominais e inchaços. Também diminui a azia e queimação no esôfago.

Fonte:https://animusclinica.com/reflexologia-podal/

 

 

REFLEXOTERAPIA PARA BEBÊS E CRIANÇAS

 
 

A Reflexologia Podal, técnica terapêutica, que através de estímulos nos pés revitaliza o equilíbrio do organismo trazendo beneficiando para cada órgão interno do corpo, reduzindo dores, auxiliando na recuperação de problemas de saúde física e emocional e prevenindo doenças, também pode ser aplicada em bebês e crianças.

Bebês
Para Bebês a Reflexologia Podal é muito eficaz para aliviar e tratar cólicas, fortalecer o sistema imunológico, relaxar e acalmar o bebê deixando-o menos irritado com um sono mais tranquilo.

Crianças

A Reflexologia aplicada em Crianças é muito benéfica para ajudar a diminuir o estresse, déficit de atenção, dificuldade de aprendizagem, entre outros, pois a técnica  estimula o sistema nervoso central aumentando o poder de concentração, fortalecendo a musculatura e ajudando a se desenvolverem de forma natural.


Outros benefícios da Reflexologia para crianças:

  • Ajuda a crescer e a desenvolver com mais rapidez, estimulando o crescimento do esqueleto e do corpo.
  • Melhora a digestão e a assimilação.
  • Estimula o Sistema Hormonal.
  • Reduz o estresse, a ansiedade e é uma técnica que ajuda de maneira extraordinária em períodos depressivos.
  • Reforça o Sistema Imunológico.
  • Ajuda a amadurecer o Sistema Nervoso.
  • Promove a secreção das endorfinas reduzindo a dor e produzindo uma sensação de bem estar.
  • Facilita o descanso e o sono da criança.
  • Estabelece vínculos amorosos, saudáveis e seguros com a família, ajudando em sua relação com o mundo exterior.
  • Evita irritações e regula estados de comportamento.
  • Ajuda a estabelecer padrões e esquemas de conduta na criança de valor incalculável.
  • Sentirão que são respeitadas e escutadas e isso ajudarão aos pais a compreender quais são as reais necessidades do seu filho.

 

Fonte: Karina Gaona – Reflexoterapeuta
https://karinagaona.com.br/2019/01/28/reflexoterapia-para-bebes-e-criancas/#:~:text=A%20Reflexologia%20aplicada%20em%20Crian%C3%A7as,se%20desenvolverem%20de%20forma%20natural
.

 

 

UTILIZE NOSSOS CANAIS DIGITAIS
Tel: (21) 97445-8205