TERAPEUTAS
André Gandur
Marilene Coelho

 
 
 
 

Beterraba na Medicina Chines

 
 

Família: Chenopodiaceae
Princípios ativos: pigmentos, caroteno, aminoácidos (betaína, glutamina, asparagina), açúcares (sacarose, polissacarídeos, oligossacarídeos), saponinas, sais minerais: potássio, sódio, manganês, fósforo, ferro, zinco, cobre, vitaminas: A, B1, B2, C, ácidos: málico, cítrico, glicólico, fibras.

A Beterraba é um alimento altamente nutritivo.
A presença de cobre e do ferro facilita a formação da série vermelha do sangue.
O potássio e o manganês estimulam as funções cardiovasculares, assim como as funções endócrinas, contribuindo com as funções das glândulas suprarrenais, gonodais, tireoide. Graças à presença da betaína é considerada um hepatoprotetor contra a Esteatose de Fígado.

Ela pode ser consumida como alimento e na fitoterapia em extratos, com indicação de um profissional qualificado.
Ela tem outras indicações e uso como: anemias ferroprivas, afecções de baço e fígado, diurético.
Na MTC é considerada de natureza neutra e sabor doce, pertencendo ao elemento Terra (BP/E).

Fonte:http://quintaisimortais.blogspot.com/2014/09/beterraba-na-medicina-tradicional.html
Texto: Acupunturista Fabia Cilene Dellapiazza
fabia.vida@uol.com.br


 

UTILIZE NOSSOS CANAIS DIGITAIS
Tel: (21) 97445-8205